A arte da prudência

R$29,90

SKU: 9786587408026 Categoria:

Descrição

Baltasar Gracián quis compor, com estes 300 aforismos colhidos em sua própria obra, um oráculo de bolso, um guia que pudesse dar, a qualquer hora, o conselho certo sobre como sobreviver nas situações do cotidiano, especialmente naquelas mais complexas, geradas pela sociedade em crise na qual ele vivia, e que tanto tem em comum com a nossa

 O seu intuito é ajudar-nos a bem julgar as intenções dos outros, e a escapar das armadilhas dos mal-intencionados e maledicentes; a bem agir, de modo a assegurar a integridade de nossa reputação, a lidar bem com superiores e com subordinados; a gerir as próprias características, desenvolvendo as qualidades e amenizando os defeitos; a se colocar e se abster, de modo a ser sempre realmente compreendido, e não mal interpretado — em suma, a ser “simples como a pomba e prudente como a serpente”, tudo isso num estilo conciso e sóbrio que concedeu a este livro o grande sucesso que o fez atravessar os séculos.

“Não se nasce pronto: aperfeiçoa-se a cada dia como pessoa, com empenho, até que se chegue ao ápice do ser consumado, complementado pelas virtudes, pelas grandezas: conhecer-se traz a excelência do gosto, o cultivo da inteligência, a maturidade do juízo, a limpeza da vontade. Alguns nunca chegam à plenitude: sempre lhes falta algo; outros tardam em fazê-lo. O homem consumado, sábio em palavras, sensato em ações, é não só admitido, mas desejado no estreito círculo dos espíritos mais elevados”.

SOBRE O AUTOR:

BALTASAR GRACIÁN (1601–1658) foi um dos grandes escritores do Século de Ouro espanhol. Entrou aos 18 anos para a
Companhia de Jesus, e aos 26 foi ordenado padre. Participou da Guerra da Catalunha, e sua valente atuação durante o
cerco de Lérida, em 1646, fez com que fosse chamado de “pai da vitória”.

Publicou o “Oráculo manual y arte de prudencia” no ano seguinte, colhendo 300 aforismos de suas próprias obras, como “El heroe” (1637) e “El discreto” (1646). Os anos subseqüentes, em que foi publicando por partes a sua obra-prima, o romance “El criticón”, sem a devida aprovação e mesmo contra as proibições de seus superiores jesuítas renderam-lhe pesadas críticas, condenações e, enfim,
o exílio num mosteiro, onde terminou seus dias. Mais tarde, em sua homenagem, a cidade onde nasceu no reino de Aragão passou a ser chamada de Belmonte de Gracián.

Ficha Técnica:
ISBN: 9786587408026
Editora: Auster
Dimensões: 12.5 x 19 cm
Idioma: Português
Páginas: 172

Informação adicional

Peso 0.153 kg
Dimensões 19 × 12.5 × 0.9 cm

Você também pode gostar de…